RSS

Arquivo mensal: março 2012

Como Harry Potter deveria ter terminado…

Da série de animação “How should it have ended“.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/03/2012 em Cinema, Livros

 

blogdabn

A mostra “Mulher eterna” oferece ao público cerca de 20 títulos que retratam a trajetória feminina em diversos espaços sociais, no Brasil. Entre eles está a reprodução do periódico “Echo das Damas”, de 1879, O Livro das Donas e Donzellas, de 1906, e a Revista Feminina, de 1915, do acervo da Biblioteca Nacional.

A exposição fica no 2º andar da Biblioteca Nacional (Avenida Rio Branco, 219. Centro. Rio de Janeiro-RJ). De segunda a sexta, de 9h às 20h. Sábados, domingos e feriados de 12h às 17h. Entrada franca.

Ver o post original

 
 

Goodreads

Acabei de reblogar uma reportagem que afirma que o brasileiro lê pouco.

Os motivos são muitos, desde nosso grande problema com a educação, até os valores do mercado editorial. Vale lembrar que nos Estados Unidos um e-book custa em média menos de cinco dólares (é claro que esse número pode variar, inclusive para custar 0,99 centavos), ao passo que nossos livros digitais beiram as cifras de 30 reais. O preço de um livro impresso. E nem vou me atrever a mencionar o preço desses…

Mas esse post se presta a elogiar uma iniciativa (americana) para estimular a leitura. O Goodreads.

Goodreads: Book reviews, recommendations, and discussion

Esse site é o maior para leitores e recomendações de livros do mundo. Com mais de 7.400.000 membros que já ajudaram a divulgar mais de  270.000.000 obras. Cada leitor cadastrado tem suas prateleiras divididas entre “já lidos”, “em leitura” e “para ler”. No perfil há espaço para divulgação de preferências, dos livros já lidos e as respectivas notas. Também há redes de amigos trocando informações e opiniões. O site envia recomendações aos leitores, buscando incentivar tanto os casuais, quanto os ratos de biblioteca. A plataforma serve para a circulação das recomendações dos usuários; das comparações de leitura; do acompanhamento daquilo que já foi lido ou se pretende ler; encontrar o seu próximo livro favorito; formar clubes de leitura e mais. Está em funcionamento desde janeiro de 2007.

Descobri esse site por mais uma recomendação da “bookworm” que ajudei a criar. Thanks Duda!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Livros

 

Por que lemos tão pouco?

Brasileiro lê apenas dois livros por ano, revela pesquisa. O número é menor que de 2007, quando a média era de 4,7 livros.

BRASÍLIA – A média de leitura do brasileiro é de apenas 2,1 livros por ano, segundo a 3ª edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada nesta quarta-feira. O estudo revela que, no total, a média de leitura do brasileiro é de 4 livros anuais, dos quais dois não são lidos até o final. O número é menor do que o registrado em 2007, quando foi feita a 2ª edição da pesquisa. Na época, a média de livros lidos por ano era de 4,7.

O levantamento foi feito pelo Ibope Inteligência com 5 mil entrevistados em 315 municípios entre junho e julho de 2011. A pesquisa, encomendada pelo Instituto Pró-Livro, mostra ainda que metade da população – cerca de 88,2 milhões de pessoas – é considerada leitora, ou seja, leu ao menos um livro nos últimos três meses. O índice é menor do que o registrado em 2007, quando 55% da população havia declarado ter lido ao menos um livro nos três meses que antecederam a pesquisa. O Centro-Oeste é a região com melhor média de livros lidos, seguido pelo Nordeste, Sudeste, Sul e Norte.

A Bíblia é o livro mais lido no Brasil, seguido por livros didáticos, romances, livros religiosos, contos e livros infantis. As mulheres leem mais do que os homens. Enquanto 53% delas são leitoras, entre os homens o índice é de 43%.

Ainda segundo a pesquisa, 75% da população nunca frequentou uma biblioteca na vida. Presente à abertura do seminário Retratos da Leitura no Brasil, no qual o levantamento foi divulgado, a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, disse que o governo trabalha para zerar o número de municípios sem biblioteca.

– A leitura, quando vai além do livro didático, vai permitir a formação do cidadão, vai dar ao cidadão as ferramentas do conhecimento, permitir a ele desenvolver a capacidade de reflexão e análise, de questionar e desenvolver seu pensamento e sua opinião. A literatura tem essa capacidade. A televisão não permite tanto a reflexão quanto o livro – afirmou a ministra.

Durante o evento, fez-se um minuto de silêncio em homenagem ao escritor Millôr Fernandes, que faleceu na madrugada desta quarta-feira. Ana de Hollanda considerou a morte do escritor uma “perda irreparável”.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/educacao/brasileiro-le-apenas-dois-livros-por-ano-revela-pesquisa-4436899#ixzz1qS3ZhmPg

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Livros

 

Para carregar os livros no corpo…

Adoro bugigangas relativas a livros! Especialmente daquelas que somente outro fã reconhece! Por isso, fico fuxicando os confins da internet à procura de objetos assim.

Em primeiro lugar nos meus pertences está, obviamente, Harry Potter. Um dos primeiros objetos que comprei foi um relógio que se assemelha ao relógio da cozinha dos Weasley.

Depois comprei objetos de casa, copos, canecas, quatro varinhas, bichos de pelúcia, milhares de camisetas… Sinto falta dos DVDs e Blu-Rays que vem com brindes… O orgulho da coleção é o sinal do Caldeirão Furado, que fica na entrada da cozinha.

Por culpa do mercado consumista ou não, me rendi e comprei o colar da Alice Cullen, de Crepúsculo (entre outras lembrancinhas). Não, não são as melhores peças da literatura já escrita. Sim, eu gosto dessa série de livros.

Foi meu marido quem encontrou coisinhas lindas do Universo de Jane Austen para enfeitar minha vida. Desde um colar imitando peça de época, até um diário de Mr. Darcy e bonequinhos para montar em casa. E o mais romântico foi ter me presenteado na mesma véspera de Natal em que me pediu em casamento…

Obviamente, os meus não ficaram tão bonitinhos...

Por último, ainda por adquirir, minha nova e voraz mania. Há algumas que ainda não consegui satisfazer, como O Senhor dos Anéis e Game of Thrones. Mas deve chegar aqui em casa em breve um certo objeto de metal em forma de tordo. Ainda não me decidi pelo broche ou pelos brincos…

The Hunger Games Movie Mockingjay Prop Rep Pin

 

Publicar é preciso…

Vamos dar uma nova pausa na reblogagem e falar de Sangue Azul!

Infelizmente, por enquanto ninguém quis publicá-lo… A editora de Meg Cabot parece ter mesmo me rejeitado… Só entram em contato no caso da obra ser aprovada para publicação, e depois de quase oito meses, ainda reina silêncio total. Nesse caso perdi as esperanças, mesmo com um prazo de dois (dois!) anos para resposta.

Mais uma que ainda não me respondeu: a editora da Tijuca. Recém completos dois meses do envio dos originais, a promessa de resposta é no prazo de três meses. Ainda tenho um mês de angústia antes de riscá-la da lista…

Com o coração em sobressalto aguardando os caprichos do mercado editorial, resolvi que já era hora de enviar para mais editoras. O site dos Correios afirmam que meus dois mega pacotes de texto impresso foram entregues. A casa de Game of Thrones promete resposta em 90 dias. A de Carlos Ruiz Zafón (aliás, leiam: A Sombra do Vento), em quatro meses. Haja paciência!

 
1 comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Sangue Azul

 

O blog continua…

Esse blog começou no tumblr, e ainda existe por aqui.

Mas, para conseguir falar mais, a sede oficial do Lanchinho da Meia-Noite agora fica no wordpress.

https://lanchinhodameianoite.wordpress.com/

Obrigada por me ouvirem!

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: