RSS

Primeiro dia das mães

11 jun

Esse post precisa de duas explicações, logo no início.

Tecnicamente, esse foi meu segundo dia das mães. Ano passado, Bebel já estava bem grande na barriga.

Depois, eu queria muito escrevê-lo, e por isso a postagem, mesmo com tanta demora.

Voltando ao assunto.

Diz-se muito acerca da maternidade. Algumas dizem que você percebe que é mãe na primeira mamada, outras quando se coloca o bebê no colo pela primeira vez, quando se toca nele ainda na sala de parto. Há ainda as mais apressadinhas, que garantem se sentirem mães naquela primeira mexida que sentimos, e que, na verdade, é uma pequena cócega.

Mas pouco se fala sobre a responsabilidade das creches e escolas em nos sentirmos mães.

Quase chorei na sexta-feira que antecedeu o dia das mães, quando Bebel me recebeu na escola com o presente que havia feito. Ela nem andava, mas já havia feito um presente para mim.

Primeiro presente de dia das mães

Primeiro presente de dia das mães

Na terça-feira que se seguiu ao domingo das mães, fomos à Festa da Família. Gostei do nome. Não me senti desprestigiada por não se chamar Festa das Mães. Ao contrário, achei muito gentil e agregador. Logo na chegada, indicaram que fossemos ver os murais de homenagens com a foto de todos os fofinhos do Berçário 1.

Painel de homenagem da turma do Berçário 1.

Painel de homenagem da turma do Berçário 1.

A Festa da Família em comemoração ao Dia das Mães também nos mostrou algo mais, nos tranquilizou com relação ao fato de deixarmos a Bebel cinco horas por dia sob a responsabilidade de outras pessoas. Se já víamos o carinho e o cuidado com que ela é tratada todos os dias, a festa foi mais um exemplo disso. Pudemos ver a farra que as professoras fizeram com as crianças e o cuidado em preparar uma apresentação com bebês que mal ficam de pé.

As tias se preparando para entrar no palco com as crianças

As tias se preparando para entrar no palco com as crianças

Confesso que quando recebi o convite da festa e o pedido de que as crianças fossem com uma blusa branca para a apresentação, fiquei confusa. As mães do Berçário 1 sabiam que não dá pra pedir muito de crianças com menos de um ano. 

A apresentação ao som de "Como é grande o meu amor por você".

A apresentação ao som de “Como é grande o meu amor por você”.

Mesmo com alguma dispersão e um ou outro chorinho, a apresentação foi muito legal.

Bebel tentando comer o enfeite da roupa.

Bebel tentando comer o enfeite da roupa.

Com uma ajudinha – ou muita – das professoras, todos os bebês se comportaram e ficaram até o fim. Balançando ao som da música e posando para as fotos. Abrindo sorrisos.

Bebel se animando...

Bebel se animando…

E essa é uma daquelas horas em que você realmente se dá conta: sou mãe. “Aquela fofura fazendo bagunça ali no palco é minha filha.” E você vai gostar de toda coreografia que ela fizer, certa ou errada. Vai ser sempre perfeito!

Curtindo.

Curtindo.

Você vai deixar ela amassar todinho o coração que ela fez pra te dar (sem metáforas) e amar cada bobagem, mesmo precisando respirar fundo quando perder a paciência. Vai até mesmo levar numa boa que você a tenha  carregado por nove meses, e ela ser a cara do pai!

Pose com o papai.

Pose com o papai.

 
1 comentário

Publicado por em 11/06/2013 em Bebel, Datas, Fotos

 

Tags: , ,

Uma resposta para “Primeiro dia das mães

  1. cristina lembra claro que não um dia vou fazer uma vizitinha pra vcs.

    22/07/2014 at 20:57

    Dona tanise, do rosa, dona valeria quanto tempo……so faltou o seu eduardo

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: