RSS

Arquivo mensal: dezembro 2014

Documento da semana 29/12/1992: Collor renuncia antes do impeachment.

blogdabn

color

O presidente Fernando Collor sofreu em 1992 o primeiro processo de impeachment da América Latina. Mesmo com sua renúncia o senado decidiu manter o processo.

O Jornal do Brasil noticiava que o então presidente Fernando Collor de Mello, diante das acusações e escândalos, renunciava ao cargo de presidente da república horas antes da abertura do processo de impeachment. Ainda assim o senado manteve o processo que o tornou inelegível até o ano 2000.

Leia o jornal: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=030015_11&PagFis=79343

Ver o post original

 
 

FBN I Grupo de Pesquisa de Crítica Textual da Fundação Biblioteca Nacional

blogdabn

SAMSUNG CSC

No último dia 12, reuniram-se, na Divisões de Obras Raras e de Manuscritos, os pesquisadores do Grupo de Pesquisa de Crítica Textual da Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.

O grupo é formado  pelos professores Alessandro Rolim (UFPR), Alícia Duhá (UFBA), Ana Virgínia Pinheiro (FBN/UniRio), Ceila Ferreira (UFF), César Nardelli (UFMG), Fábio Frohwein (UFRJ), Jacyntho Brandão (UFMG), Manoel Mourivaldo Almeida (USP), Marcos Caldas (UFRRJ), Maria das Graças Augusto (UFRJ), Maria Olivia Saraiva (FBN) e Sandro Drumond (UFS).

A reunião teve como objetivo discutir as diretrizes e o andamento do Projeto de Pesquisa “Arqueologia Librária na Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro”, que visa explorar o acervo bibliográfico da Biblioteca Nacional, coletando e disponibilizando informação relevante, prioritariamente sobre as obras raras da instituição, com especial atenção à tradição delas: a gênese, a transmissão e sua recepção.

SAMSUNG CSC
O Grupo de Pesquisa, liderado pelos professores Maria Olívia Saraiva e Alessandro Rolim, está preparando, para…

Ver o post original 31 mais palavras

 
 
Link

O que é que o livro tem?

Sangue AzulAchar-se comum é algo rotineiro na juventude. Na verdade, é mais um medo do uma constatação. E com Olívia Spencer, a personagem principal de Sangue Azul, não era diferente. Fazer amigos havia se tornado um bloqueio, o mundo dos livros era mais sua praia e a literatura uma verdadeira fuga ( nem preciso dizer que me identifiquei nesse ponto né?).

Mas, para o bem e para o mal, tudo muda. O imaginário se torna realidade, e o impossível passa a fazer parte da rotina quando Olívia conhece Nicolas, um ruivo bonitão cujo o tema “livros” gerou uma rápida identificação, mas enquanto ela fazia mais o estilo Jane Austen, ele gostava mesmo era de uma boa história policial ao estilo Conan Doyle ou do extraordinário em Allan Poe. Um casal próximo da perfeição, convenhamos.

A entrada de Nicolas em sua vida dá início a um despertar, como se apenas a…

Ver o post original 182 mais palavras

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: