RSS

Arquivo mensal: março 2015

FBN – História – 25 de março de 1824 – Promulgada a Constituição do Império do Brasil

blogdabn

Pedro I, Imperador do Brasil, 1798-1834 - Gravuras

Encomendada pelo então Imperador D. Pedro I,  a primeira Constituição Brasileira, também denominada Constituição Política do Império do Brasil foi promulgada em 25 de março de 1824 e só foi substituída em 24 de fevereiro de 1891 pela constituição republicana – Constituição dos Estados Unidos do Brazil–  teve a mais longa vigência da história do Brasil.

O fato foi publicado em forma de edital no periódico Diário de Rio de janeiro de 24 de março de 1824:

“O Illustríssimo Senado da Camara desta muito Heroica, e Leal Cidade do Rio de Janeiro tem incomparavel prazer de annunciar ao Público, que S.M. o Imperador, Annuindo aos votos da maioria da Nação Decretou o dia 25 do corrente para o Solemne juramento da Constituição, e que por mero effeito de Sua Imperial Grandeza, e Bondade convidou ao mesmo Senado, e pessoas da Governança para na Sua Imperial Capella prestarem no…

Ver o post original 151 mais palavras

 
 

FBN I Homenagem: 12 de março – Dia do Bibliotecário

blogdabn

A Fundação Biblioteca Nacional parabeniza e agradece a todos os Bibliotecários do Brasil, em especial aos que são a alma dessa casa, lembrando que em 10 de abril de 1915, foi inaugurada a primeira turma de formação do curso de biblioteconomia da instituição.

icon275217

Mesa que presidiu à solenidade da inauguração do curso de biblioteconomia, na Biblioteca Nacional, em 10 de abril de 1915. Da esquerda para direita: João Gomes do Rego, sub-bibliotecário diretor da seção de numismática, Dr. Constâncio Alves, bibliotecário diretor da 1ª seção, conselheiro Dr. Ruy Barbosa, Dr. Manoel Cícero Peregrino da Silva, diretor da Biblioteca Nacional, Dr. Ancelmo Lopes de Souza, bibliotecário diretor da 3ª seção, Alfredo Mariano de Oliveira, secretário da Biblioteca Nacional .

icon858483

Parte do auditório da lição inaugural do curso de Biblioteconomia, na Biblioteca Nacional, em 10 de abril de 1915.

icon1198391

O Sr. Constâncio Alves, bibliotecário-diretor da Seção de Impressos, na Biblioteca Nacional…

Ver o post original 38 mais palavras

 
 

FBN CONVIDA – 12 DE MARÇO DIA DO BIBLIOTECÁRIO

blogdabn

dia do bibliotecário

O Presidente da Fundação Biblioteca Nacional convida para o evento comemorativo do dia do Bibliotecário.

Data: 12.03.2015

Programação:

14h – Mesa de abertura com a participação de:

Renato Lessa (Presidente)
Liana Amadeo (Diretora do CPP)
Ana Lígia Medeiros (Diretora do CCSL)

14h30 – Palestra

Tema: As tecnologias de informação e comunicação e os bibliotecários.
Palestrante: Liana Giusti Serra

Entrada Franca

Ver o post original

 
 

FBNI Documento da semana – 08 de março: Dia Internacional da Mulher.

blogdabn

icon1_2_8i13

Comemorado todos os anos, o Dia da Mulher celebra as suas principais conquistas e a BNDigital presta sua homenagem com a exposição virtual Brasil Feminino.

A exposição virtual “BRASIL FEMININO” teve curadoria de Marcus Venicio e Luciano Figueiredo e foi digitalizada, estando disponível na página da BNDigital. É a homenagem da Fundação Biblioteca Nacional à mulher brasileira.

Até o início do século XIX – quando em alguns países europeus os costumes se transformavam, e as mulheres já participavam, embora como coadjuvantes, dos grandes acontecimentos políticos –, quem chegasse ao Brasil podia ter a enganosa sensação de estar numa terra sem mulheres.

Apenas as escravas, vistas também como meios de ganho de seus senhores, é que frequentavam, em suas lides diárias, o espaço público. Os registros de artistas, como Carlos Julião e Debret, e da maioria dos viajantes ao Brasil, testemunham isto. Às senhoras brancas cabia o lugar consentido por trás…

Ver o post original 272 mais palavras

 
 

FBN I Edital de Ocupação da Casa da Leitura / 2015

blogdabn

cobertura-574-casa-leitura

O edital busca promover a seleção de 1 (um) projeto que tenha como objetivo a ocupação da Casa da Leitura, com atividades primordialmente voltadas para a leitura, estimulando a reflexão e a experiência do público, além do compromisso com a sustentabilidade e com a inclusão social. Os projetos devem: valorizar e fortalecer o livro e a leitura, a memória e a diversidade da cultura brasileira, contemplando atividades e temas relevantes, novas linguagens e educação.

O resultado esperado com este edital é levar à Casa da Leitura uma ampla atividade cultural de excelência com apresentações de oficinas, debates, conferências, leituras, performances, exposições e pequenos espetáculos com linguagens variadas. A diversidade de propostas na ocupação obterá avaliação diferenciada.

saiba mais: http://www.bn.br/edital/2015/edital-ocupacao-casa-leitura-2015

Ver o post original

 
 

FBN I Acervo – A Coleção Hesshaimer na Biblioteca Nacional

blogdabn

SAMSUNG CSC

Fundação Biblioteca Nacional recebe o conjunto com 21 aquarelas retratando paisagens e costumes do Rio de Janeiro dos anos de 1940 e 1950. São os derradeiros trabalhos do artista Ludwig Hesshaimer, que foram conservados pela família do autor.

As novas peças, que complementam a coleção existente na Divisão de Iconografia, além do reconhecido valor artístico, vem de encontro à missão institucional da Biblioteca Nacional, de preservação do patrimônio iconográfico brasileiro.

Em 1968 a Biblioteca Nacional comprou, de sua filha Théa Offerhaus, 45 aquarelas avulsas e 3 cadernos com 189 desenhos do artista. Na época, ela ficou com seus últimos desenhos – que a Fundação Biblioteca Nacional desejava adquirir. Vale ressaltar que Théa, já falecida, manifestou aos seus herdeiros o desejo de que os mesmos fossem adquiridos pela Biblioteca Nacional.

Agora a neta do artista, a Srª Dorith Pénasse Mouwen, ofereceu o conjunto com 21 aquarelas retratando paisagens e…

Ver o post original 271 mais palavras

 
 

FBN I Acervo – A Coleção Hesshaimer na Biblioteca Nacional

blogdabn

SAMSUNG CSC

Fundação Biblioteca Nacional recebe o conjunto com 21 aquarelas retratando paisagens e costumes do Rio de Janeiro dos anos de 1940 e 1950. São os derradeiros trabalhos do artista Ludwig Hesshaimer, que foram conservados pela família do autor.

As novas peças, que complementam a coleção existente na Divisão de Iconografia, além do reconhecido valor artístico, vem de encontro à missão institucional da Biblioteca Nacional, de preservação do patrimônio iconográfico brasileiro.

Em 1968 a Biblioteca Nacional comprou, de sua filha Théa Offerhaus, 45 aquarelas avulsas e 3 cadernos com 189 desenhos do artista. Na época, ela ficou com seus últimos desenhos – que a Fundação Biblioteca Nacional desejava adquirir. Vale ressaltar que Théa, já falecida, manifestou aos seus herdeiros o desejo de que os mesmos fossem adquiridos pela Biblioteca Nacional.

Agora a neta do artista, a Srª Dorith Pénasse Mouwen, ofereceu o conjunto com 21 aquarelas retratando paisagens e…

Ver o post original 271 mais palavras

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: