RSS

Arquivo mensal: janeiro 2016

Autora Parceira do Blog: Ana Carolina Delmas

Autora Parceira do Blog: Ana Carolina Delmas

World of Make Believe

Primeiro gostaria de iniciar a apresentação da mais nova autora do blog agradecendo a Ana por ter me oportunizado a leitura de seu livro! ♥ MUITO OBRIGADA ANA!!!!!!!

Vem Conhecer a Autora! 

Ana Carolina Delmas-autora Parceira

Ana Carolina Delmas cresceu e viveu rodeada pelas páginas dos escritores consagrados. Como historiadora, respirou ares passados, repletos de segredos. No seu mundo de sonhos e conhecimento, ela sentiu cada vez maior o amor por personagens fantásticos, por enredos mágicos, pelo sobrenatural. Em seu primeiro romance, a autora mostra fôlego e desenvoltura. Seu desafio não era pequeno: juntar romance e aventura, pontuando o suspense com as referências históricas tão raras. Ana Carolina Delmas é carioca, Doutoranda em História, apaixonada por cinema e boa música.

Vem Conhecer o Livro!

Livro: Sangue Azul

Autora: Ana Carolina Delmas

Páginas: 404

Sangue Azul-Ana Carolina Delmas-Fantasia

SINOPSE: Olívia Spenser era uma garota comum. Ou ao menos era o que pensava, até conhecer Nicolas e descobrir que ele…

Ver o post original 140 mais palavras

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 25/01/2016 em Uncategorized

 

Brasiliana Fotográfica – Jean Victor Frond ( França, 1/11/1821 – França, 16/1/1881)

blogdabn

Victor Frond; Jules-Joseph-Augustin Laurens. Pilage du café, 1861 / Acervo FBN Victor Frond; Jules-Joseph-Augustin Laurens. Pilage du café, 1861 / Acervo FBN

O fotógrafo francês Jean Victor Frond ( 1821-1881) chegou ao Brasil, em outubro de 1856 e, entre 1858 e 1860, possuiu um estúdio fotográfico no Rio de Janeiro. Foi o autor das imagens do Brasil Pitoresco, primeiro livro de fotografia realizado na América Latina, com texto do jornalista e político francês Charles Ribeyrolles (1812-1860). Segundo Pedro Vasquez, foi o “mais ambicioso trabalho fotográfico realizado no país, durante o século XIX”. No Brasil Pitoresco foram publicadas fotografias produzidas por Frond, entre 1858 e 1860, que se tornaram reproduções litográficas. A obra de Frond, segundo Boris Kossov, reforçava a ideologia do exotismo, “marcante nos relatos e crônicas dos viajantes europeus que percorreram o Brasil no século XIX” e integrava a presença dos escravos de forma suave às paisagens e às edificações, “através de composições idealizadas e estetizantes”.

Leia mais e…

Ver o post original 10 mais palavras

 
 

FBN I Museu Nacional de Belas Artes 79 anos – 13 de janeiro

blogdabn

A Biblioteca Nacional homenageia o Museu Nacional de Belas Artes pelos seus 79 anos disponibilizando o álbum digitalizado de fotografias doado por  M. Nogueira da Silva,  de 1932,  que retrata cenas do cotidiano da Escola Nacional de Belas Artes e dos artistas da época, destacando a importância da instituição na preservação da Cultura Nacional.

“Situado no centro histórico do Rio de Janeiro, o edifício de arquitetura eclética projetado em 1908 pelo arquiteto Adolfo Morales de los Rios para sediar a Escola Nacional de Belas Artes, herdeira da Academia Imperial de Belas Artes, foi construído durante as modernizações urbanísticas realizadas pelo prefeito Pereira Passos na então Capital Federal.

Criado oficialmente em 1937 por Decreto do presidente Getúlio Vargas, o Museu Nacional de Belas Artes conjugou a ocupação do prédio com a Escola Nacional de Belas Artes até 1976, quando a EBA foi deslocada para a ilha do Fundão. Neste mesmo…

Ver o post original 110 mais palavras

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: