RSS

Arquivo mensal: agosto 2016

Brasiliana Fotográfica | Revert Henrique Klumb, o fotógrafo da família real do Brasil

blogdabn

Revert Henrique Klumb. Autorretrato, 186? / Acervo FBN Revert Henrique Klumb. Autorretrato, 186? / Acervo FBN

Um dos primeiros fotógrafos estrangeiros a se estabelecer no Brasil, o francês Revert Henrique Klumb (c. 1826 – c. 1886) foi um dos principais fotógrafos da família imperial brasileira. Tendo sido, também, um dos pioneiros na produção comercial de imagens sobre papel fotográfico e uso de negativo de vidro em colódio no Brasil, inaugurou seu estabelecimento fotográfico em 1855 ( Correio Mercantil , de 4 de novembro de 1855). Foi professor de fotografia da princesa Isabel e, provavelmente, o introdutor da técnica estereoscópica no Brasil, com a qual, entre os anos de 1855 e 1862, produziu ampla documentação sobre o Rio de Janeiro.

Para continuar lendo, acesse: http://brasilianafotografica.bn.br/?p=5809

#FBNnamidia
#bibliotecanacional
#fundacaobibliotecanacional

Ver o post original

 
 

FBN | Documento da semana – 29/08/1825: Portugal Reconhece a Independência do Brasil

blogdabn

de raisons

Quase 3 anos depois da declaração da independência brasileira, Portugal legitimou a emancipação do Brasil. Nelson Werneck Sodré traça a trajetória desse evento em sua obra “As Razões da independência”.

Publicado em 1965, o livro trata do período histórico em que se desenvolveu o movimento, desde a exploração colonial do Brasil, até à Regência, que o autor caracteriza como fase de acabamento político do processo.

Para acessá-lo, clique em:

http://objdigital.bn.br/objdigital2/acervo_digital/div_obrasgerais/drg365136/drg365136.html

‪#‎FBNnamidia‬
#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

Ver o post original

 
 

Brasiliana Fotográfica | O Palácio Imperial de Petrópolis

blogdabn

Revert Henrique Klumb. Palácio Imperial, c. 1860. Petrópolis, Rio de Janeiro / Acervo IMS Revert Henrique Klumb. Palácio Imperial, c. 1860. Petrópolis, Rio de Janeiro / Acervo IMS

A Brasiliana Fotográfica traz para seus leitores fotografias do Palácio Imperial de Petrópolis, que começou a ser construído em 1845, e foi concluído em 1862. São imagens produzidas por Georges Leuzinger (1813 – 1892), Phillip Peter Hees (1841 – 1880) e Revert Henrique Klumb ( 18? – c. 1886). Em 16 de março de 1843, dom Pedro II assinou o decreto da criação de Petrópolis, e muitos imigrantes da Europa, principalmente da Alemanha, comandados pelo major e engenheiro alemão Julius Friedrich Koeler (1804 – 1847), começaram a colonização da região.

Para saber mais, acesse: http://brasilianafotografica.bn.br/?p=5754

‪#‎bibliotecanacional‬

‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

‪#‎FBNnamidia‬

Ver o post original

 
 

FBN | 15 de agosto de 1769, nasce Napoleão Bonaparte

blogdabn

Bonaparte [Iconográfico] Acervo FBN. Bonaparte [Iconográfico]
Acervo FBN. Nascido na Córsega, ilha mediterrânea, em 15 de agosto de 1769, Napoleão Bonaparte foi um dos mais conhecidos militares e estadistas da história. Começou a destacar-se no cenário francês em pleno Diretório (1795), quando foi promovido a major-general e líder das tropas em campanha na Itália. Em 1804, sagrou-se imperador e iniciou a construção de seu império, que culminou com a alteração do mapa político europeu. Em 1815, os exércitos napoleônicos foram, definitivamente, derrotados na batalha de Waterloo.  Ainda nesse ano, as nações europeias se reuniram no Congresso de Viena para negociar a volta às antigas fronteiras dos Estados.  Napoleão morreu em 1821 na ilha de Santa Helena. (Fonte: www.historiacolonial.arquivonacional.gov.br)

Curiosamente, Napoleão Bonaparte tem, sem querer, certa responsabilidade pela criação da Biblioteca Nacional. Afinal, se não fosse pela invasão de suas tropas em território português, D. João VI e sua corte não teriam vindo ao Rio de Janeiro em 1808, trazendo, consigo, cerca de 60…

Ver o post original 16 mais palavras

 
 

Brasiliana Fotográfica | Dia dos Pais

blogdabn

 Princesa Isabel, Conde D'Eu e os filhos D. Pedro de Alcântara, príncipe do Grão-Pará, D. Luís Maria e D. Antônio Gastão Henschel, Alberto.
Princesa Isabel, Conde D’Eu e os filhos D. Pedro de Alcântara, príncipe do Grão-Pará, D. Luís Maria e D. Antônio Gastão
Henschel, Alberto.

Com uma fotografia do Conde D´Eu (1842-1922) e sua esposa, a Princesa Isabel (1846 – 1921), junto aos filhos do casal, Dom Pedro de Alcântara, Dom Luís Maria e Dom Antônio Gastão, a Brasiliana Fotográfica homenageia o Dia dos Pais, data que foi comemorada, pela primeira vez, em 1910, nos Estados Unidos. No Brasil, a ideia de criar esta data partiu do publicitário Sylvio Bhering, e o jornal O Globo começou uma campanha para difundir a efeméride (O Globo, 1º de junho de 1953), festejada, pela primeira vez, no dia 16 de agosto de 1953 (Jornal do Brasil, 16 de agosto de 1953). Posteriormente, o Dia dos Pais passou a ser comemorado no segundo domingo de agosto.

Continue lendo em: http://brasilianafotografica.bn.br/?p=5708

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

Ver o post original

 
 

FBN I Série “Publicações Centenárias” – folhetim ‘Os Mysterios de Nova York’

blogdabn

folhetim

O romance em folhetins, bastante presente em periódicos dos séculos XIX e XX,  era desenvolvido em capítulos, permitindo que o leitor acompanhasse a história diariamente, pela leitura dos jornais. Há exatos cem anos, era publicado, na edição do dia 8 de agosto de 1916 do jornal “A Provincia”, a sétima parte de “Os Mysterios de Nova York”.

Para acessar a publicação, acesse: http://memoria.bn.br/DocReader/128066_01/34252

A continuidade da história, assim como os capítulos anteriores, podem ser encontrados em outras edições, também presentes em nossa Hemeroteca Digital: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

Ver o post original

 
 

FBN I Série “Publicações Centenárias” – folhetim ‘Os Mysterios de Nova York’

blogdabn

folhetim

O romance em folhetins, bastante presente em periódicos dos séculos XIX e XX,  era desenvolvido em capítulos, permitindo que o leitor acompanhasse a história diariamente, pela leitura dos jornais. Há exatos cem anos, era publicado, na edição do dia 8 de agosto de 1916 do jornal “A Provincia”, a sétima parte de “Os Mysterios de Nova York”.

Para acessar a publicação, acesse: http://memoria.bn.br/DocReader/128066_01/34252

A continuidade da história, assim como os capítulos anteriores, podem ser encontrados em outras edições, também presentes em nossa Hemeroteca Digital: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

Ver o post original

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: